quinta-feira, 18 de agosto de 2011

OIT reforça combate a violência em Lauro de Freitas

A consultora da Organização Internacional do Trabalho (OIT), Rita Hipólito, se reuniu nesta quarta-feira (17), com representantes da prefeitura de Lauro de Freitas e de ONGs locais. A reunião marca o início das ações da agência da ONU no município, onde é desenvolvido o projeto “Segurança Cidadã: prevenindo a violência e fortalecendo a cidadania com foco em crianças, adolescentes e jovens em condições vulneráveis em comunidades brasileiras”. Lauro de Freitas é um dos três municípios brasileiro contemplados com o projeto que envolve seis agências da ONU e compreende investimento total de 6 milhões de dólares.

O foco da OIT é combater a violência por meio da inclusão no mercado de trabalho com ações de capacitação profissional, apoio emocional e inibição do trabalho infantil. “Garantir um emprego descente, que dê oportunidade de desenvolvimento humano e social aos jovens e fortalecer os princípios do Estatuto da Criança e Adolescente” – acrescenta Rita Hipólito. Segundo ela, a metodologia utilizada pelo OIT no município é a mesma das outras agências, que é potencializar os elementos já existentes. “Não temos papel de implementação, mas sim estratégico”. O primeiro passo é identificar este potencial, a fim de firmar parcerias com órgãos da administração pública municipal e ONGs.

Durante o encontro, o coordenador do Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM), José Arruti, propôs iniciar as ações com a capacitação de grupo experimental de jovens, como forma de adequá-las à realidade local. Para tanto, seria realizado trabalho com equipe multidisciplinar, que envolve psicólogos, assistentes sociais e pedagogos. “O que eu desejava era uma proposta deste tipo” – aprovou Hipólito. As outras agências que já trabalham no município são: PNUD, UNODC, UNICEF, UNESCO e UN-HABITAT.

0 comentários:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Publicidade

Publicidade