segunda-feira, 4 de julho de 2011

Prefeitura lança curso para trabalhadora doméstica

Curso para empregadas domésticas - Foto: João Raimundo
Trabalhadoras domésticas de Lauro de Freitas, beneficiadas pelo Programa Bolsa Família, serão alvo do Curso de Formação de Trabalhadores Domésticos e Diaristas, que começa na próxima segunda-feira. A aula inaugural foi realizada hoje, pelo filósofo e professor da Universidade Federal da Bahia (UFBA), Antônio Saja, na Central de Gestão do Bolsa Família. As inscrições podem ser feitas na Central e nos Centros de Referência em Assistência Social (CRAS) do município. A iniciativa é da Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania.

Por 30h, a socióloga Hermelinda Lys levará às profissionais conceitos de ética, comportamento profissional, história do trabalho doméstico, além de conhecimentos sobre direitos e deveres. Para a diarista Ângela de Souza, 42 anos, que há oito atua no segmento, o curso é fundamental para o exercício das atividades. “Na prática a gente acha que sabe tudo, mas precisamos buscar o conhecimento, afinal cada casa é uma casa. O mesmo serviço pode ser feito de forma diferente”, comentou a trabalhadora domestica que foi uma das primeiras a se inscrever.

A prefeita Moema Gramacho parabenizou as profissionais, revelando a admiração que tem pela categoria. “Saí de casa para minha batalha e tive que deixar minha filha com alguém que cuidava dela para mim. O trabalho doméstico é uma doação em que as trabalhadoras abrem mão da sua própria vida, da sua própria família para cuidar das famílias dos outros”, afirmou. Moema falou sobre a importância da capacitação e destacou que o município tem uma preocupação especial com a classe. A prefeita revelou que está em andamento o projeto Minha Casa Minha vida, que prevê a construção de 300 casas, no Espaço Cidadão, em Itinga, para as trabalhadoras domésticas de Lauro de Freitas.

A curso será subsidiado com recurso do Índice Descentralizado de Gestão (IDG), que chega ao município através do Bolsa Família. A secretária de Assistência Social e Cidadania, Lourdes Lobo, diz que essa será a primeira de muitas turmas. Segundo ela, o trabalho doméstico está cada vez mais reconhecido, daí a importância em capacitar profissionais para o mercado do trabalho. “Com o boom imobiliário em Lauro de Freitas, o mercado se abre para domesticas. Queremos muito mais que a simples inclusão delas no mercado de trabalho. Queremos a valorização dessas profissionais”, finalizou.

0 comentários:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Publicidade

Publicidade