sexta-feira, 1 de julho de 2011

Jaques Wagner recebe título de cidadão e reafirma compromisso com a Bahia

Em sessão solene realizada nesta quinta-feira (30) na Assembléia Legislativa da Bahia (ALB), a prefeita de Lauro de Freitas, Moema Gramacho, entregou ao governador do Estado, Jaques Wagner, o título de Cidadão Baiano. A honraria é fruto do Projeto de Resolução da então deputada, aprovado em 22 de dezembro de 2004. “Wagner é duplamente baiano: primeiro porque escolheu a Bahia, segundo porque foi escolhido, duas vezes, pelos baianos”. As autoridades foram recepcionadas, na rampa de entrada da ALBA, pela Orquestra de Berimbau do Pólo de Capoeira de Lauro de Freitas.

A prefeita se emocionou e chegou a chorar durante seu discurso, em dia de plenário lotado. Ela iniciou agradecendo aos pais do governador, Cypa Perla Wagner e Joseph Wagner, poloneses, por “terem plantado no Brasil sementes que ofereceram um bom fruto para a Bahia”. Moema ressaltou as principais realizações dos primeiros quatro anos de mandato do governador, com destaque para os investimentos e resultados obtidos na saúde, educação, infraestrutura e segurança pública.

Familiares de Jaques Wagner também estavam presentes na cerimônia. “Este diploma seguramente estará na mesa do governador até o final do mandato” – brincou ele. Wagner completou, em junho, 37 anos morando no Estado.  “Quem me deu régua e compasso foi a Bahia. Me sinto profundamente grato, orgulhoso e com o dever de fazer sempre mais por este povo acolhedor” – discursou, também emocionado, o governador. 

Da aprovação no legislativo até a entrega do título, passaram-se quase sete anos. “Demorou para eu me sentir a altura desta homenagem. Aqui é a concretização do que sempre senti. Sou baiano na música, na culinária, nas festas populares”. A trajetória política de Jaques Wagner foi relembrada pela prefeita Moema Gramacho durante a cerimônia, que incluiu a apresentação de um vídeo e a participação da cantora Margareth Menezes, que abriu a homenagem cantando o Hino ao 2 de Julho.

Moema Gramacho também foi responsável pela condecoração do ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, com o mesmo título. Entre as autoridades, marcaram presença o ministro das Cidades, Mario Negromonte, a presidente do Tribunal de Justiça da Bahia, desembargadora Telma Brito, a reitora da UFBA, Dora Leal Rosa, o prefeito de Salvador, João Henrique, o ex-governador Roberto Santos, e o presidente da Associação Baiana de Imprensa (ABI), Walter Pinheiro.

Foto: João Raimundo

0 comentários:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Publicidade

Publicidade