terça-feira, 5 de julho de 2011

Fundação Pedro Calmon investe R$536 mil em editais de apoio à Cultura da Bahia

A Fundação Pedro Calmon/SecultBA promoveu nessa segunda-feira, 04, uma reunião para assinatura do TAC (Termo de Acordo e Compromisso) com os vencedores dos editais 2009 e 2010. Os 22 projetos aprovados possuem uma variedade temática que passeia por áreas como culturas negras, combate a homofobia e literatura infanto-juvenil. Os projetos reunidos somam mais de R$536 mil de recursos oriundos do Fundo de Cultura da Bahia.

Carlos Paiva, superintendente da Secretaria de Cultura do Estado, afirma que o órgão vem ampliando desde 2007 as políticas de fomento à cultura e priorizando os investimentos através dos editais. “Com esses editais, conseguimos investimentos em todas as áreas, desde o campo das artes, passando pelo audiovisual, programação radiofônica, patrimônio, culturas negras, LGBT, museus e direitos humanos, sempre com o pensamento de que quem melhor produz cultura é a sociedade civil. Cabe ao Estado criar condições de fomentar essas iniciativas e produções”, analisa Paiva.

Com o projeto “Louça de Deus: o Caxixi de Maragojipinho”, Urânia Teixeira foi uma das vencedoras do edital de publicação de autores baianos. Segundo a autora, o livro, que traz uma ampla pesquisa sobre a produção dos artesãos do distrito de Maragojipinho, em Aratuípe, esperou 10 anos por um patrocínio. “A oportunidade que tive de publicar meu livro foi dada agora pela Fundação Pedro Calmon, agora as pessoas conhecerão meu trabalho e a rica produção dos oleiros do Caxixi”, comemora.

Outra contemplada no edital da Fundação foi Iramaia Lima, autora da obra “O estético e o lúdico na Literatura Infanto-Juvenil”. Para ela, quando se realiza um projeto e se consegue reconhecimento do Estado, surge estímulo para que outras pessoas façam o mesmo. “Agora a gente vê que mais projetos culturais serão desenvolvidos na região de Jacobina. O meu projeto, por exemplo, é voltado para crianças que nunca tiveram acesso a produções literárias como essa”.

O encontro foi encerrado com a distribuição de obras literárias patrocinadas pela Fundação Pedro Calmon/SecultBA.

0 comentários:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Publicidade

Publicidade