quarta-feira, 6 de julho de 2011

Coisas loucas, e bonitas atravessam meu caminho!

Crônica de Renato Lima

Passei em uma floricultura e comprei um jarro de flores amarelas lindas e viris, as coloquei em minha mesa e comecei a admira las dias depois percebi que elas secavam tristes e sem vida.

Passei no mercado avistei maças vermelhas lindas a me olhar comprei quilos e quilos delas e as coloquei em minha fruteira e pus a deliciar-me alguns dias depois percebi que algumas apodreciam.

Fui ao zoonoses e adotei um cão peludo carinhoso que quando eu chegava ele mordia minha canela,logo então ele entristeceu e seus pelos começaram a cair e suas pernas fracas já não corria pra mim, dias depois levei o pra sacrificar.

Vi o céu cheio de nuvens e o sol brilhando pra mim começou á escurecer, o tempo fechou e caiu uma chuva sobre meus ombros e minha roupa branca.

Nós nunca vamos sobreviver...

E quando aquele velho homem decide gritar socorro depois de setenta anos, todos dizem

-Você é louco.

Em um mundo inteiro de pessoas somente eu quero voar enquanto todos guardam seus céus embaixo de suas calças.

Se quiser ter a sua vida pelo menos por um instante tente pular de uma marquise de meio metro do chão.

Quando estiver com o cartão de falecimento na mão não poderei ter consolação.

Agende se... Nós nunca vamos sobreviver

Pule... Nós nunca vamos sobreviver

Lembre se das flores amarelas lindas e viris, das maçãs vermelhas e deliciosas, do cão inocente dócil que mordia minhas canelas, As flores não fizeram mal a mim, e mesmo assim secou e murchou. As maças me alimentarão e enfeitaram minha mesa, e apodrecerá, o cão me alegrou e me fez cócegas nos pés e morreu.

Não por que erraram e sim por que somos todos bonitos loucos  orgânicos.

E tudo que é orgânico louco e bonito, seca, apodrece morre.

Tire o seu céu de dentro de suas calças e pule da marquise agora.

0 comentários:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Publicidade

Publicidade