segunda-feira, 20 de junho de 2011

Obra de esgotamento sanitário de Lauro de Freitas começa por Itinga

A obra de esgotamento sanitário de Lauro de Freitas teve início na última quinta-feira, na localidade de Jardim Centenário, em Itinga. Na sexta-feira à noite foi realizada a primeira audiência pública para esclarecer a população sobre o sistema que está sendo implantado e pedir paciência com os inevitáveis transtornos. Participaram representantes da Embasa, da CRCSL (empresa executora da obra) e do poder público municipal. Reunidos na Casa Paroquial de Itinga, moradores ouviram a explicação dos técnicos e tiraram dúvidas.
Orçados em R$170 milhões, os trabalhos de construção da rede de esgotamento sanitário serão concluídos em 30 meses. Ao final do projeto, a rede terá suporte para atender 308.877 mil habitantes, população estimada para o município no ano de 2030. O fiscal de engenharia da Embasa, Marcelo Madureira, fez questão de reforçar que será necessária muita paciência por parte da população.“A obra traz transtornos, mas acima de tudo benefícios”.
Segundo o engenheiro, a Organização Mundial de Saúde (OMS) prevê que para cada R$1 gasto com saneamento há uma economia de outros R$5 na saúde. As palavras foram endossadas pelo secretário de governo, Aliomar Brito. “Essa é uma obra de grande magnitude, a maior intervenção que essa cidade já viu. Precisaremos de tolerância, afinal ela trará benefícios para nós, nossos filhos e netos. Juntos vamos conseguir!”, afirmou Brito. Hoje o município tem apenas 9% dos imóveis ligados a uma rede de esgotamento sanitário. Em 2013, quando for acentada a última tubulação conectando o sistema com o emissário submarino de Jaguaribe, em Salvador, serão 100%.
O engenheiro apresentou à comunidade os números relacionados ao projeto. A obra prevê 40.800 ligações de esgoto na rede urbana. Serão construídos 235.117 km de redes coletoras, 27 estações elevatórias, 315 metros de túneis em cinco travessias na Estrada do Coco e uma na Avenida Praia de Itapuã, em Vilas do Atlântico. A principal finalidade do novo sistema é permitir o tratamento e a disposição final, de maneira rápida e segura, dos esgotos gerados pela população de Lauro de Freitas.
O trabalho da equipe social da Embasa está sendo feito casa a casa do Jardim Centenário. Esse mesmo trabalho de informação e conscientização será realizado em todo o município à medida que a obra avança. Além do contato pessoal, moradores vão poder contar com um número de telefone gratuito para esclarecimentos. Enquanto o telefone não é disponibilizado, o contato pode ser feito através do 3369-0290.
Durante a reunião, representantes da Embasa informaram à população que as ligações domiciliares à rede só poderão ser realizadas ao final da obra. Caso algum morador ligue a rede antes do término da intervenção, será multado. Para a implantação, a Embasa dividiu o município em “bacias”. Cada bacia terá elevatórios onde os dejetos serão coletados, seguindo depois para uma elevatória central, na entrada da cidade, e daí para o emissário submarino. Outras audiências pública serão realizadas em cada comunidade, durante todo o período de execução da obra. Em julho está programada uma audiência pública para moradores de todas as bacias.

0 comentários:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Publicidade

Publicidade