quarta-feira, 1 de junho de 2011

Morte de líder religioso negro comove cidade

A prefeitura de Lauro de Freitas lamenta o falecimento, às 5h40 desta quarta-feira, do fundador e presidente da Associação Cultural São Jorge Filho da Goméia, responsável pelo bloco afro Bankoma, presidente do Conselho de Cultura, membro da Academia de Artes e Letras de Lauro de Freitas e líder religioso, Raimundo Neves.

Raimundo, que faleceu aos 49 anos, deixa um filho e esposa, e um legado de lutas em defesa da cultura de matriz africana, principalmente em Lauro de Freitas. Sua trajetória à frente do Bankoma fez com que a arte produzida no bairro de Portão ultrapasse as fronteiras do país. O bloco e a banda percussiva desfilam há nove anos no Carnaval de Salvador, além de levarem os seus tambores para países como Áustria e Portugal.

Com seu entusiasmo e determinação, Raimundo do Bankoma (como era conhecido) muito ajudou a tornar Lauro de Freitas uma cidade mais igualitária para todos.

A prefeitura de Lauro de Freitas decretou luto oficial de três dias. O sepultamento será realizado amanhã, dia 2 de junho, às 10h, no Cemitério de Portão.

0 comentários:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Publicidade

Publicidade