sexta-feira, 17 de junho de 2011

Moema faz apelo à presidenta para adiar corte de restos a pagar


Prefeita Moema e a ministra Itany Lopes

A prefeita Moema Gramacho, de Lauro de Freitas/BA, encaminhou documento à presidenta Dilma, solicitando o adiamento de 30 de julho para 31 de dezembro do prazo de corte dos restos a pagar de 2009. No documento Moema destaca que a maioria dos municípios e deputados que fizeram emendas ficarão prejudicados se for mantida a data de decreto. “A população também será penalizada por não ter a obra tão esperada”, lamenta.

Moema que está participando, em Vitória (ES), da 59ª Reunião Geral da Frente Nacional dos Prefeitos (FNP), pediu que o presidente da entidade, João Coser, também seja signatário, com as entidades nacionais, de mensagem à presidenta, e que os prefeitos mobilizem seus parlamentares para reforçar o apelo junto à CEF e à ministra do planejamento, Miriam Belchior.

Na abertura da reunião, ontem (quarta-feira, 15), Moema assinou o Protocolo de Intenções firmado entre a Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM) e a FNP. O protocolo estabelece o compromisso dos gestores municipais com a ampliação e o fortalecimento das políticas para mulheres em âmbito municipal. Moema é vice-presidente para assuntos de políticas para mulheres da FNP.

Em seu discurso, a ministra da SPM Iriny Lopes destacou a prioridade e urgência que o tema da igualdade de direitos entre homens e mulheres ganhou no país após a eleição da presidenta Dilma. “O protocolo estabelece autonomia das mulheres na área do trabalho, educação, saúde, assistência, do enfrentamento à violência e do fortalecimento institucional dos organismos de políticas para as mulheres nos municípios”, assegurou.

Para Moema, o grande desafio dos gestores Municipais “é transformar o protocolo em políticas públicas concretas, que propiciem a independência econômica e incentivem o protagonismo social e político das mulheres”. O presidente da FNP e prefeito de Vitória (ES), João Coser, o prefeito de Belo Horizonte (MG), Marcio Lacerda, a prefeita de Betim (MG), Maria do Carmo Lara e o desembargador do Tribunal Regional do Espírito Santo, Pedro Valls Feu Rosa, também assinaram o documento.

0 comentários:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Publicidade

Publicidade