segunda-feira, 13 de junho de 2011

A avenida Luiz Tarquínio, em Lauro de Freitas, voltará a ter sentido duplo

Quando a prefeita Moema Gramacho de Lauro de Freitas resolve fazer alguma coisa pela cidade, além de não mostrar celeridade no processo, mostra incompetência nas suas decisões.

“Quem vai pagar os 500 mil reais que foram gastos para mudar o sentido da Avenida Luis Tarquínio em Lauro de Freitas?” disse o deputado Cacá Leão na sessão plenária da última segunda feira.
O deputado disse estar atento, e junto ao Tribunal de Contas vai fiscalizar como foram gastos o dinheiro para a mudança do sentido da via na avenida e quanto será gasto para desfazer uma obra que, segundo a prefeitura foi realizada com base em estudos realizados por uma empresa especializada.

Em 2009 a Prefeitura criou uma comissão para avaliar mudança no trânsito da Avenida Luiz Tarquínio Pontes

A prefeita de Lauro de Freitas noticiou a época que se reuniu com representantes da Avenida Luiz Tarquínio Pontes e de Vilas do Atlântico, que criou uma comissão com participação de moradores, comerciantes e estudantes da região para avaliar o projeto que transformou a via em mão única.

Esse processo perdurou por mais de 5 anos, e segundo a própria prefeitura em seu site a mudança só ocorreu após “após insistentes reivindicações dos próprios moradores da região e com base em estudos realizados por uma empresa especializada”. Segundo a prefeita Moema Gramacho disse na época: “Realizamos a mudança com muita seriedade, buscando atender um pleito da comunidade e da própria dinâmica de crescimento do município”.

Após a implantação da mão única na via o secretário de Trânsito e Transporte de Lauro de Freitas, Paulo Araújo, deu a seguinte declaração à imprensa: “Observamos que em 80% da avenida não existe mais engarrafamentos mesmo nos horários de pico. Onde ainda há, a secretária está realizando mudanças no tempo das sinaleiras e alargamento de vias, como será feito na primeira portaria de Vilas do Atlântico”.

Fonte: ASCOM do Dep. Cacá Leão

0 comentários:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Publicidade

Publicidade