quarta-feira, 15 de junho de 2011

ASPROLF - Plantão na sessão da Câmara

A Associação dos Trabalhadores em Educação de Lauro de Freitas (ASPROLF), na tarde de ontem, 14, esteve presente na sessão ordinária (e extraordinária) da Câmara de Vereadores para verificar se o projeto de reajuste salarial da educação já tinha sido enviado pelo governo municipal.

O coordenador geral, Valdir Silva, e o coordenador jurídico, Láza Passos os, assistiram às duas sessões (ordinária e extraordinária) na expectativa de que, pelo menos, o projeto de reajuste salarial dos profissionais em educação já tivesse chegado e, seguida, lido. Mas, para decepção dos representantes da categoria, o projeto não chegou na Casa Legislativa. Mais uma vez o governo falha nas suas promessas!

Após sessão da Câmara, Valdir Silva ligou para o secretário de governo solicitando informações a respeito do assunto acima citado. Segundo informações do secretário de governo, Ápio Vinagre, o projeto está sendo enviado hoje pela manhã. Acrescentou que está trabalhando para o reajuste ser pago ainda este mês.

A ASPROLF espera que na próxima sessão da Câmara, quinta-feira, 16, o projeto chegue à Casa Legislativa, seja lido e aprovado.

1 comentários:

O Coordenador Valdire deveria buscar dialogar com a sociedade sobre o esboço de reposição que eles da ASPROLF estão propondo junto com a Secretaria de Educação.

Veja o que o Ex coordenador da ASPROLF Edson Paiva escreveu sobre o que ele intitula "CALENDÁRIO OBA-OBA DE REPOSIÇÃO"

Com menos de 150 professores (as) presentes à assembléia, é aprovado com 12 votos contrários o calendário OBA-OBA de reposição dos 23 dias de greve, que virou 16 dias, consensuado entre ASPROLF e SEMED. O calendário tem 3 sábados letivos e as aulas retornarão no dia 28/7, sem recesso junino. Pergunta-se: Cadê a qualidade, compromisso, responsabilidade com a educação e com os alunos?

Será que todos os diretores da ASPROLF estão em sala de aula e irão trabalhar os três sábados e no período de 28/06 a 01/07 (recesso)?

Prof. Edson Paiva

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Publicidade

Publicidade